5.9.06

 

LANÇADO MANIFESTO "O CANJICA É NOSSO" NA CÂMARA MUNICIPAL DE BAEPENDI

MANIFESTO
“SOS - O CANGICA É NOSSO”
Nascentes do rio Baependi
Criado em 1990, no Dia Mundial do Meio Ambiente, o Parque Estadual Serra do Papagaio teve dentre seus objetivos a garantia de preservação do ecossistema (vida animal e vegetal), e das águas utilizadas pelas cidades do seu entorno – Aiuruoca, Alagoa, Baependi, Itamonte e Pouso Alto.
Dentro do parque, na vertente de Baependi, nascem os rios Gamarra, Jacu, Cigano, Piracicaba, Coelhos, Palmeira e o Santo Agostinho ou Charco que formam o rio Baependi, e abastecem a população de Baependi e Caxambu.
Devido a sua importância, estas nascentes foram classificadas pelo Conselho Estadual de Política Ambiental de Minas Gerais – COPAM como Classe Especial, ou seja; destinadas ao abastecimento humano e ao equilíbrio natural, sendo proibido qualquer tipo de interferência antrópica degradadora.
Ao longo do rio Baependi até sua foz no rio Verde, que deságua na represa de Furnas, são diversos municípios e milhares de pessoas que usufruem destas águas para atividades produtivas, lazer e satisfação de suas necessidades primeiras.

Foto 1: Parque Estadual Serra do Papagaio, nascentes do rio Baependi antes da degradação. (2002).

Devido à morosidade em sua implantação, o Parque Estadual Serra do Papagaio, em especial no alto Gamarra e Cangica, vem sofrendo constante e acelerada degradação (desmatamento, abertura de picadas e estradas, invasões e poluição do solo e das águas), sem qualquer autorização ou licença ambiental, colocando em risco o ecossistema e os mananciais de abastecimento da nossa população.
São áreas do povo (decretadas como de utilidade pública e interesse social) que jamais poderiam
sofrer, pela legislação vigente, qualquer tipo interferência humana, ameaça ou agressão, cabendo ao povo e ao poder público o dever de protegê-las.

Foto 2: Parque Estadual Serra do Papagaio, nascentes
do rio Baependi desmatamento, estradas e construções
irregulares (2006).



Foto 3: Parque Estadual Serra do Papagaio com
desmatamento, construções irregulares, estradas e
picadas na mata nativa (2006).

Comments: Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?